Universidade do Mindelo renova a título póstumo memória de António Mascarenhas Monteiro

A Universidade do Mindelo, no momento da despedida física do antigo Presidente António Mascarenhas Monteiro, pretende “depois de ter honrado o Presidente em vida, renovar simbolicamente a título póstumo a memória, o legado e a história de uma das figuras mais destacadas da história contemporânea de Cabo Verde”.

 

António Mascarenhas Monteiro foi distinguido com o título Honoris Causa pela Universidade do Mindelo. Enquanto promotora da última homenagem pública ao Presidente, como sublinhado em nota de imprensa da Universidade assinada pelo Vice-Reitor João Dias, a universidade “gostaria de perpetuar, de uma forma mais visível, o legado daquele que contribuiu decisivamente para a consolidação da democracia em Cabo Verde”.

E anuncia desta forma uma homenagem póstuma tripartida. A primeira forma é a atribuição, a partir do próximo ano lectivo, do prémio de uma bolsa de mérito a um estudante que seja natural e oriundo da Cidade de Assomada, local de nascimento de António Mascarenhas. Este acto é visto como “uma forma visível de honrar o Presidente”.

Associada ainda ao desaparecimento físico de António Mascarenhas Monteiro, será organizada uma conferência internacional no dia 10 de Dezembro, para assinalar o aniversário da atribuição do título Honoris Causa a António Mascarenhas Monteiro pela Universidade do Mindelo.

Por último, a publicação de uma hora da compilação de todas as intervenções públicas do Presidente António Mascarenhas Monteiro.

Desta forma, a Universidade do Mindelo quer continuar a renovar a memória do primeiro Presidente cabo-verdiano eleito por sufrágio universal e directo.

In: Noticias do Norte