Universidade do Mindelo realiza seminário com o tema “Turismo de Cruzeiro: Que Futuro?”

Num seminário realizado esta quarta-feira, 8 de Março, pelas 18h oras, na Universidade do Mindelo, em São Vicente, Cabo Verde, foi proferido pelo PCA da Enapor, Dr. Jorge Maurício, uma palestra subordinada ao tema: “Turismo de Cruzeiro: Que Futuro?”.

 

O referido seminário foi organizado pelos alunos universitário do 4ºAno de Gestão Hoteleira e Turismo desta Universidade. O seminário visa a importância da Construção de um Terminal de Cruzeiros no Porto do Mindelo.

De acordo com o Presidente do Conselho da Enapor, Jorge Maurício as condições actuais do Porto do Mindelo não são seguras e nem confortáveis para os turistas que visitam a ilha de São Vicente em que se diz que “este é o momento da decisão”.

Entretanto, com bases nos estudos feitos no mercado e do impacte ambiental e da engenharia, Jorge Maurício realça que “o objectivo é colocar Cabo Verde nas rotas do mundo fora de forma decisiva e difundida e, a estratégia é clara e passa por criar melhores infra-estruturas portuárias, bem como, a oferta e o turista específico”.

Conforme nos adiantou Jorge Maurício, o Projecto contribuirá para o desenvolvimento do País em particular para a ilha de São Vicente e de Santo Antão proporcionando mais negócio e mais emprego para o País.

A construção do terminal do Cruzeiros será financiada pela Holanda com uma percentagem de 35% pelo valor de 9,8 milhões de euros e o restante 65% pelo Estado de Cabo Verde que já garantiu o seu financiamento.

Com isto, Jorge Maurício garante que o nosso País, Cabo Verde, estará mais preparado em termos de destinos turísticos.

“Com a construção desse Terminal de Cruzeiro em Cabo Verde, no Mindelo, todas as pessoas estarão mais preparadas em termos de destinos turísticos, nomeadamente os taxistas, guias, inspecção, bares e restaurantes, entre outros”, afirma Maurício.

Acrescenta ainda que “sendo um Projecto, lançaremos um concurso público e, numa perspectiva muito realista, pensamos que no início de 2019 as obras iniciarão”.

In: Noticias do Norte